A psicologia das cores no e-commerce

A psicologia das cores no e-commerce

Quando você acessa uma loja virtual, existem alguns fatores que chamam a atenção logo de cara. Eles podem ser os banners, o tipo de fonte utilizada, as fotografias ou os tons do layout. O que você não sabe, é que alguns elementos podem influenciar diretamente a sua decisão de compra. Eles têm o poder de persuadir e causam diferentes sensações. Isso é o que chamamos de psicologia das cores, que é capaz de estimular clientes de acordo com o objetivo da marca. Parece complicado? Prometemos que não. Acompanhe nosso post e saiba como aplicar esse conceito em seu e-commerce.

Como a psicologia das cores interfere nas vendas
As pessoas são extremamente visuais, e isso é um fato. Portanto, antes de elaborar a identidade da marca e as campanhas de marketing, é preciso que a psicologia das cores seja considerada. Parece brincadeira, mas não é: a cor da sua loja virtual pode fazer dela um sucesso (ou um fracasso). Isso porque algumas delas atraem clientes, e outras afastam. A paleta de cores em um e-commerce deve proporcionar reações satisfatórias ao ato de consumir. Obviamente, encontrar essa combinação requer muita pesquisa e alguns cuidados.

Como escolher as cores adequadas para o seu e-commerce
Apesar do conceito de psicologia das cores ser muito utilizado, ele não é universal. Isso quer dizer que, o que funciona aqui no Brasil, pode não funcionar no EUA. Também significa que cada segmento pode se comportar de formas diferentes. Por isso, é recomendável que você faça testes até descobrir o que mais de encaixa em seu negócio. Se ainda não sabe por onde começar, elaboramos uma lista com a explicação psicológica de algumas cores. Confira abaixo o que cada uma significa:

Vermelho: esta cor representa poder, energia, amor e sem dúvidas chama a atenção dos consumidores. Costuma causar sensação de urgência e impulsividade, por isso é muito utilizada em liquidações ou quando se quer uma ação rápida do cliente. No cérebro, afeta a amígdala e núcleo accumbens – estrutura ligada ao prazer.

Amarelo: o amarelo estimula a liberação de serotonina, substância que faz as pessoas se sentirem felizes. Com sua caraterística luminosa, representa otimismo, alegria e energia. Normalmente é utilizado em ações para chamar a atenção do consumidor. No cérebro, interfere no sistema dopaminérgico, ligado à recompensas.

Laranja: representa criatividade, alegria, entusiasmo e diversão. Como é uma mistura do amarelo com o vermelho, pode representar os atributos das duas cores. É também uma cor muito utilizada em calls to action. Além disso, o laranja pode transmitir mudança, expansão e dinamismo. No cérebro, responde pelo prazer e necessidade de repetição.

Azul: transmite serenidade, segurança e eficiência. Geralmente é utilizado para conquistar a confiança e demostrar profissionalismo. É a cor que apresenta a menor taxa de rejeição, pois as pessoas associam o azul à algo seguro. O azul escuro remete a poder ou coisas sólidas, já o azul mais claro representa o frescor, higiene e tranquilidade. No cérebro, está ligado à personalidade e à tomada de decisões.

Verde: o verde representa harmonia, equilíbrio, criatividade e positividade. Esta cor sempre está associada à algo positivo, como o semáforo, que indica o verde para seguir em frente. Por isso, esta cor é muito utilizada em botões de compra, pois motiva o consumidor a finalizar o pedido. No cérebro, é responsável pelo Córtex Pré-Frontal, que está ligado à tomada de decisão, respostas afetivas e julgamento social.

Rosa: apesar de muitas pessoas associarem esta cor à feminilidade, o rosa também representa afeição, pureza, descontração, suavidade e tranquilidade. Por isso, o rosa é utilizado em lojas infantis, roupas íntimas, moda, floricultura, cosméticos, entre outras coisas. No cérebro, interfere na Área Tegmentar Ventral – responsável pela dopamina (sensação de recompensa).

Roxo: estimula o mistério, espiritualidade, fantasia, sofisticação e valor. Por este motivo, muitas marcas utilizam o roxo para representar produtos premium. Algumas marcas como o Nubank, usam a cor roxa como estratégia para que o produto se torne cobiçado pelo consumidor. No cérebro, estimula o Pólo Frontal, que remete ao pensamento abstrato e ao movimento.

Preto: transmite seriedade, tradição, formalidade, luxo e superioridade. Como o roxo, a cor preta é utilizada para produtos com valor agregado. Por exemplo: em uma loja virtual, o layout ficará bem sofisticado se você souber utilizar o preto da forma correta. No cérebro, interfere na amígdala e remete ao mistério, medo, curiosidade e memória emocional.

Branco: como já é de se esperar, essa cor representa a paz, inocência, pureza e simplicidade. O branco transmite a ideia de frescor e calma, e se combinado com outras cores, proporciona harmonia. No cérebro, interfere no Córtex Cerebral Esquerdo, responsável pelo pensamento lógico e pela competência comunicativa.

Aplique o conceito de psicologia das cores em seu e-commerce
Agora que você já conhece o conceito por trás de cada cor, que tal trabalhar com a psicologia das cores em sua loja virtual? Pesquise, analise todas as possibilidades compatíveis com o seu público-alvo e procure alinhar tudo com os objetivos de seu negócio. Tome cuidado com as reações que as cores proporcionam e lembre-se de que é essencial agradar quem mais interessa: o consumidor.

Já conhece a plataforma de e-commerce Signashop? Saiba mais sobre os nossos planos e cadastre-se (vai levar apenas 2 minutinhos).

Venha para o Signashop e tenha uma loja virtual de qualidade, com um investimento justo.

CRIE UMA LOJA E TESTE GRÁTIS POR 14 DIAS

Leave a Reply

Your email address will not be published.