Desmistificando os anúncios de e-commerce para as redes sociais

Desmistificando os anúncios de e-commerce para as redes sociais

Em um negócio online, é inevitável você fazer anúncios nas redes sociais. Seja para atrair mais clientes para seu site, divulgar uma promoção ou promover a marca, os anúncios são essenciais. Entretanto, muitos lojistas ainda têm dificuldade em compreender algumas coisas, como a diferença entre impulsionar um post e criar uma campanha.

Pensando nisso preparamos este artigo. Confira os mitos e verdades sobre os anúncios de e-commerce nas redes sociais e entenda a melhor forma de avaliar o desempenho das ações.

Mitos e verdades

No último Fórum E-commerce Brasil, edição 2019, a gerente de Marketing de Produtos do Facebook Fabiana Omuro, fez uma palestra sobre os mitos e verdades contidos na publicidade dos e-commerces. O tema era “Instagram e Facebook Ads para PME com foco em conversão/shopping”.

Segundo ela, um dos maiores equívocos dos lojistas online, é acreditar que impulsionar um post e criar um campanha no gerenciador de anúncios são a mesma coisa.

Durante a palestra, ela explica que impulsionar um post significa aumentar a entrega de uma publicação já existente, através de envolvimento. Em contrapartida, ao criar um anúncio é necessário escolher seu objetivo de marketing e saber que este não será postado na página.

Outro mito bem comum, de acordo com a especialista, é achar que engajamento e clique são as melhores formas de mensurar a eficácia dos anúncios. “O objetivo de negócio e resultados de campanha revelam o real valor gerado. Um estudo recente revelou que há apenas 0,07% de correlação entre taxa de cliques e o aumento de retorno sobre investimento”, declara.

Segmentações

Fabiana também esclarece a dúvida de muitos empreendedores, ao achar que só é possível mostrar seus anúncios para pessoas que já seguem a página. De acordo com ela, isto trata-se apenas de um mito, afinal existe a possibilidade de utilizar segmentações nativas do Facebook e, através de informações próprias, alcançar públicos novos e já conhecidos.

As segmentações existentes na plataforma, são divididas em públicos essenciais (localização e gênero), públicos personalizados (usando dados como e-mail e telefone de pessoas que engajaram com a loja virtual) e públicos semelhantes.

Omuro dá uma dica simples para quem deseja atingir essas pessoas, independente de seu grupo: automatização. Quando a distribuição dos custos é feita de forma automática, você consegue alcançar melhores resultados. Segunda ela, é possível ativar essa opção durante a configuração da campanha, assim o orçamento disponível é distribuído automaticamente entre os conjuntos de anúncios.

Criatividade

Atualmente é produzido muito conteúdo digital e ser notado neste mar de informações e promoções se mostra um desafio para o lojista. Por isso, a criatividade se torna peça fundamental.

De acordo com um levantamento feito pelo Facebook, a combinação de criativos estáticos (fotos) e os de movimento (gifs e vídeos), resultam em 75% melhores resultados.

Outra dica importante é adaptar a postagem para o Stories. Sim! Segundo Fabiana, a afirmação de que a funcionalidade não combina com as marcas é mito. Pesquisas encomendadas pelo Instagram revelaram que 69% das pessoas passam a demonstrar interesse por uma marca ou um produto depois de vê-los no Stories.

Por isso, abuse da criatividade e dos recursos disponíveis para tornar seus anúncios de e-commerce matadores. Avalie qual a melhor forma de usar sua verba, seja para impulsionar uma publicação ou criar uma campanha segmentada. Com um visual atrativo e a estratégia correta, certamente seus anúncios trarão muitos resultados.

O que achou deste artigo? Deixe sua opinião ou dúvidas nos comentários.

Venha para o Signashop e tenha uma loja virtual de qualidade, com um investimento justo.

CRIE UMA LOJA E TESTE GRÁTIS POR 14 DIAS

Leave a Reply

Your email address will not be published.