Como o Google Data Studio pode ajudar o seu e-commerce

Como o Google Data Studio pode ajudar o seu e-commerce

Além dos inúmeros serviços gratuitos que o Google oferece para seus usuários, as ferramentas de análise estão também em constante evolução para garantir que os profissionais da web (e também os amadores) consigam extrair o máximo de informação de seus projetos.

O Google Data Studio é uma dessas ferramentas que surgiu para complementar e facilitar a vida das análises. A principal proposta da ferramenta, nas palavras do próprio Google, é “criar relatórios e painéis dinâmicos e visualmente atraentes”. Isso permite que o seu e-commerce tenha uma leitura mais fácil e dinâmica dos dados obtidos através de outras ferramentas, tornando a compreensão e tomada de decisão mais precisas e funcionais.

Porém, mais do que essas finalidades, o Google Data Studio se destaca por conectar várias fontes de dados de modo fácil e prático e ainda permite que o compartilhamento e a colaboração sejam feitos através de métodos rápidos, assemelhando-se ao sistema já utilizado por outras ferramentas da empresa, como o Google Drive e Google Docs.

As principais funções do Google Data Studio

Quem já trabalhou com o pacote pago do Google para empresas vai encontrar nas funções do Google Data Studio algumas semelhanças com o Google Analytics Enterprise. A boa notícia é que a solução agora foi desenvolvida para equipes e empresas médias e pequenas, sendo o Google Data Studio uma ferramenta gratuita.

Como já dito, as características do Google Data Studio mais visíveis são o formato no qual os relatórios são apresentados, com gráficos amigáveis e também a integração automática com as ferramentas do Google que são consideradas essenciais para os profissionais de análise, como marketing e BI (business intelligence) – como o Google Analytics e o Google Adwords.

A facilidade do Google Data Studio é considerada o grande trunfo da ferramenta, já que os gráficos apresentados podem ser todos personalizados e as atualizações são feitas em tempo real, permitindo um controle mais próximo e acurado dos dados.

Para as empresas que trabalham com equipes de profissionais nos departamentos de análise, a boa notícia é que o serviço colaborativo permite o acesso integral por diferentes usuários, de um modo já conhecido nas ferramentas do Google.

A aplicabilidade do Google Data Studio no e-commerce

Como toda ferramenta de análise, o aproveitamento não acontece apenas devido à execução e manipulação das funções, mas sim na capacidade de leitura das informações, sabendo exatamente o que se pretende analisar e para quê.

Tudo o que uma ferramenta de análise mostra precisa ter, primeiramente, um objetivo por trás para que os números façam sentido. No Google Data Studio isso não é diferente. Assim como no Google Analytics (ou qualquer outra ferramenta de análise, como o Adobe SiteCatalyst), o resultado das métricas apresentadas serão interpretados por um direcionamento que deve estar claro, tanto para o profissional responsável pelas análises, como pela empresa como um todo.

Aumentar a base de usuários, diminuir o abandono do carrinho de compras, aumentar o tempo de permanência de usuário em uma página ou, claro, o tão comum aumento de conversão são alguns exemplos de leituras e objetivos que se pode ter de um relatório. E todos esses objetivos tão comuns no e-commerce são palpáveis na análise dentro do Google Data Studio.

Porém, é preciso entender que o Google Data Studio é quase um facilitador quando a questão é exibir os dados, assim como sua manipulação é fácil e dinâmica. Isso quer dizer que, para os amantes de planilhas complexas, talvez o Google Data Studio se torne apenas uma ferramenta de entrega dos dados para que outras pessoas entendam melhor as métricas e números do site.

Como usar o Google Data Studio (preparar os relatórios e analisar)

O primeiro passo para acessar o Google Data Studio é a URL ferramenta, disponível no próprio domínio do google.com, no diretório “analytics/data-studio” (ou você pode simplesmente usar este link direto para a ferramenta).

Assim como os muitos serviços da empresa, se você possui um usuário Google, é possível acessar a conta com o login e senha.  Logo na primeira tela, a ferramenta sugere modelos de gráficos que podem ser utilizados para cada tipo de análise mais direcionada (exemplo: Google Analytics, Search Console (antigo Webmaster Tools) e Google Adwords).

A melhor maneira de se aprender a usar o Google Data Studio é seguir o tutorial da própria ferramenta e também observar os modelos exibidos logo no primeiro acesso. Os exemplos são, além de práticos, muito visuais, facilitando a leitura e entregando dados de maneira rápida. Analisar esses exemplos pode ajudar a criar algo que tenha o mesmo ritmo e também o mesmo aspecto.

Caso você queria criar seu próprio report do “zero”, os muitos serviços da Google que podem ser utilizados são exibidos na ferramenta. Você deve autorizar o Google Data Studio a acessar as informações de cada serviço escolhido e, logo na sequência, basta solicitar para que a ferramenta gere um report com os campos escolhidos.

Venha para o Signashop e tenha uma loja virtual de qualidade, com um investimento justo.

CRIE UMA LOJA E TESTE GRÁTIS POR 14 DIAS

Leave a Reply

Your email address will not be published.