Como o WhatsApp pode ser usado a favor do seu e-commerce em tempos de crise?

Como  o WhatsApp pode ser usado a favor do seu e-commerce em tempos de crise?
Dai 24 de abril de 2020 Blog

O WhatsApp foi criado com foco na interação social, mas acabou se tornando uma das ferramentas mais utilizadas no mundo. Seja para o contato entre pessoas ou empresas e consumidores, esse canal de comunicação é, sem dúvidas, um sucesso e pode ajudar muito seu negócio em tempos de crise.

Segundo a pesquisa Panorama de Mensageria, realizada pela consultoria Opinion Box e pelo site Mobile Time, no Brasil, 76% dos usuários se comunicam com marcas pelo WhatsApp para tirar dúvidas e pedir informações. Porém, outros 65% desejam suporte técnico e 61% querem saber sobre promoções.

O atendimento através da ferramenta no meio empresarial, já é uma realidade, afinal mais de 1,5 bilhões de pessoas a utiliza no mundo. Portanto, por que não usar isso a seu favor? E principalmente em momentos de crise como o que estamos vivendo?

Crise

A situação atual mudou completamente o cenário econômico do país. Os clientes não conseguem mais ir como antes até as lojas físicas e muitos ainda têm receio em comprar online. A insegurança é uma grande barreira que o empreendedor digital enfrenta. 

Mas para isso existem algumas ferramentas que podem ajudar. Como é o caso do WhatsApp, que pode tornar esse atendimento mais próximo e oferecer uma experiência de compra mais leve. Precisamos lembrar que, para muitos consumidores, essa pode ser sua primeira experiência de compra online, e ter esse canal de comunicação pode ser fundamental.

Preparação

Essa “nova fase” do atendimento ao cliente, exige maior preparação por parte das empresas, porém nem todas estão aptas ainda. De acordo com um estudo da NeoAssist, o aplicativo de mensagens é o terceiro canal mais utilizado para atendimento, atrás apenas do telefone e e-mail. Entretanto, descobriram que apenas 18% dos respondentes consideram essa uma das melhores ferramentas para esclarecer dúvidas e dar informações. Ou seja, forçando o consumidor a migrar para o SAC, por exemplo.

Essa situação pode criar uma sensação de insatisfação e frustração ao consumidor que, por sua vez, pode não interagir mais com a empresa ou ainda divulgar esse descontentamento nas redes sociais. Por isso, se deixar essa opção de comunicação disponível, é preciso se preparar para oferecer um bom atendimento.

Além disso, a integração omnichannel, deve estar sincronizada, mantendo as mesmas informações sobre cada cliente. Criar um perfil comercial para armazenar informações como o endereço, a descrição da empresa, e-mail e o site, pode ser o primeiro passo. Com isso é possível:

  • enviar e receber mensagens;
  • ativar conversas bidirecionais;
  • criar modelos e formatos de mensagens para a notificação de usuários, entre outras.

Com a ajuda da tecnologia da inteligência artificial, é possível desenvolver muitas outras integrações, o que facilitará ainda mais o gerenciamento e a operação online. Integrar é essencial, afinal o consumidor 2.0 não tem tempo a perder, ele dita suas preferências e quer ser atendimento conforme suas escolhas.

Por isso, use e abuse da tecnologia e dessa poderosa ferramenta que é o WhatsApp, ainda mais nesse momento de crise, Porém, prepare seu atendimento , crie processos, seja ágil, ou fique para trás!

Daiane Caroline

Publicitária de formação e apaixonada por comunicação. Escreve para o blog da Signativa e toma café o tempo todo.

Post your comment