4 ações para diminuir o custo de aquisição de clientes (CAC)

4 ações para diminuir o custo de aquisição de clientes (CAC)

O custo de aquisição de clientes, popularmente conhecido como CAC, vem do termo Customer Acquisition Cost. Sua função é avaliar quanto você está gastando para atrair um consumidor. O cálculo é bem simples: basta dividir o valor investido pelo número de clientes conquistados. Por exemplo: R$2.000 (total investido) ÷ 10 (total de novos clientes) = R$200. Ou seja, se você gastou R$2.000 em marketing no mês, e conseguiu atingir 10 pessoas neste período, seu CAC é de R$ 200,00. Este valor sempre pode reduzir, pois com ações simples, é possível otimizar seus investimentos. Por isso, preparamos algumas dicas que podem te ajudar nessa missão. Confira:

1. Entendendo o público e segmentando campanhas

Se você não souber quem é seu público, também não saberá em quem focar e estará investindo tempo e dinheiro com um lead que não se interessa por seu produto. Se não existir critérios na divulgação, ficará mais difícil identificar quem pode ser um potencial cliente.

É fundamental conhecer quem é seu cliente para direcionar as estratégias de marketing. Quanto mais específicas forem as ações, mais qualificados serão os clientes atingidos. Saiba quem é seu público, o que ele procura, suas necessidades e gostos. Desta forma, você otimiza seu investimento e, consequentemente, seu custo de aquisição de clientes vai diminuir.

2. Conteúdos de qualidade convertem mais

Nunca se consumiu tanto conteúdo online. Os clientes são bombardeados com informações diariamente, mas elas nem sempre são de qualidade. Com isso, os usuários ficaram cada vez mais criteriosos quando compram online, pesquisando referências sobre o produto e levando em conta as opiniões de outros usuários.

Atualmente, o marketing de conteúdo, que ainda é novidade para algumas empresas, pode ser um grande aliado. Produzir conteúdos de qualidade (blog, e-mail marketing) e com uma frequência adequada, auxilia (e muito) na geração de leads. Com bons textos, você conquista clientes em potencial que irão evangelizar sua marca. Além disso, a longo prazo, essa opção irá se tornar bem mais barata se comparada às divulgações tradicionais.

3. Retenção de clientes e indicações

Não basta apenas conseguir clientes, é preciso retê-los em sua base e o principal, fazê-los consumir seus produtos. Manter conteúdos de qualidade em seu blog ou enviá-los por e-mail, ajuda na retenção de clientes. Uma vez que você fidelizou o consumidor, ele irá compartilhar a marca e indicar sua loja virtual para outras pessoas.

Sabemos que o famoso “boca a boca” é uma das formas mais antigas e eficazes de promover um produto. Você pode oferecer descontos ou recompensas para as pessoas que indicam sua loja. Fidelizando clientes e ganhando indicações, você estará indiretamente reduzindo seu custo de aquisição de clientes.

4. Monitoramento dos resultados

Mensurar os resultados é imprescindível. Após realizar as ações e focar em um público específico, é preciso fazer uma avaliação e entender se sua loja está no caminho certo. Essa análise é muito importante, pois permite que você melhore as campanhas e tome decisões mais precisas, baseadas em dados. Atualmente, existem diversas ferramentas gratuitas que poderão ser bem úteis nesta etapa. Este processo será algo constante: executar, mensurar e melhorar.

Sem dúvidas, diminuir o custo de aquisição de clientes não é algo fácil e precisa ser um objetivo frequente. Porém, com as dicas que demos neste post e com o trabalho de sua equipe, certamente você terá resultados positivos.

Ainda não tem uma loja virtual? Clique aqui, conheça nossa plataforma de e–commerce e crie sua loja virtual agora mesmo.

Venha para o Signashop e tenha uma loja virtual de qualidade, com um investimento justo.

CRIE UMA LOJA E TESTE GRÁTIS POR 14 DIAS

Leave a Reply

Your email address will not be published.